Sejam bem-vindos ao KatherineLangford.com.br, a sua primeira fonte de informações brasileira sobre a atriz Katherine Langford, Fique a vontade para desfrutar de todo o conteúdo postado aqui, siga também o KLBR nas redes sociais e fique ainda mais informado. Agradecemos a visita e esperamos que volte sempre! Este é apenas um site feito de fãs para fãs, sem fins lucrativos.


Fonte: E! Online

Durante um evento, Alisha Boe (Jéssica em ’13 Reasons Why’), em entrevista ao E! News, falou sobre a saída de Katherine Langford do elenco da série em uma declaração fofa.

“Somos uma família”, disse Boe à E! News. “Inclusive se ela não está na série, estaremos todos em contat. Ela fará parte de nós para sempre. Somos amigas da vida. Será difícil sem Katherine… Eu amo muito ela.”



Miles Heizer, o Alex de ’13 Reasons Why’, compareceu ao 11th Annual Television Academy Honors, evento ocorrido no dia 31 de maio. Durante sua passagem pelo tapete vermelho, em meio a entrevistas, Miles comentou sobre uma possível participação de Katherine na 3ª temporada de ’13 Reasons Why’ (já confirmada pela Netflix) e sobre a relação com a atriz. Confira o que Miles disse:

“Eu acho que sempre vai ter um lugar para ela nesta série,” ele disse. “Isso meio que começou com ela e ela interpreta uma parte tão grande, mesmo quando ela não está na série, nós ainda estamos meio que lidando com a história dela – muitos de nós – então eu acho que sempre vai ter espaço para ela estar lá. Ela estando lá ou não, eu não faço ideia, mas, eu amaria vê-la de volta sempre. Eu amo a Katherine.”

Durante o mesmo evento, Justin Prentice (Bryce), também só teceu elogios à atriz:

“Eu amo tanto a Katherine. Eu espero que a história dê certo e eles achem um jeito, isso seria ótimo,” ele compartilhou. “Mas ao mesmo tempo, eu acho que a segunda temporada terminou de uma forma muito boa para a personagem… Seria interessante ver.”



No inicio deste mês (01º de junho), Katherine Langford, juntamente com o elenco de ’13 Reasons Why’, compareceram ao painel da 2ª temporada da série no evento FYSee da Netflix em Los Angeles, CA. Durante o painel, Katherine ficou com os olhos cheios d’água ao falar o que interpretar Hannah Baker significou para ela e se nós a veremos na próxima temporada. Confira as fotos e o vídeo a seguir:

FOTOS

VÍDEO

 



Fonte: Marie Claire Austrália

Ser nomeada a um Globo de Ouro este ano foi um momento de fechamento de um círculo para Katherine Langford. Após filmar a primeira temporada da famosa série da Netflix ’13 Reasons Why’ em 2017, a atriz que nasceu em Perth assistia a premiação de seu sofá quando Claire Foy ganhou o prêmio de Melhor Atriz por seu papel em ‘The Crown’. “Um ano depois, eu foi nomeada juntamente com Foy – e eu estava sentada ao lado dela na premiação,” disse Katherine, a descrença ressoa em sua voz.

Quando nós conversamos, a jovem de 22 anos estava voando tentando passar despercebida em sua cidade natal após promover seu primeiro filme, ‘Com Amor, Simon’, em Sidney. Desde sair de seu sofá para uma vida na lista dos melhores, Katherine admite que ela precisa ser “cuidadosa” quando sai em público. Ela ri enquanto se lembra de seu primeiro momento com fã: “Eu saí para jantar e a garçonete disse, ‘Você parece a garota daquela série.’ Eu disse para ela que era eu mesma e ela disse, ‘Não, não é você!’ Nos ficamos rebatendo desta forma umas cinco vezes antes de pagarmos a conta e sairmos. Nós estávamos a dois quarteirões do restaurante quando eu ouvi alguém gritar ‘Pare!’ Eu me virei e a garçonete tinha me seguido pela rua para tirar uma foto.”

Apesar de alguns críticos terem crucificado ’13 Reasons Why’ por glorificar o suicídio adolescente, a segunda temporada da série foi lançada em maio de 2018. Katherine, que interpreta a falecida Hannah Baker, disse que ela queria ser cautelosa sobre o desenvolvimento de sua personagem. “Não é a mesma Hannah da primeira temporada em diferentes formas, mas é importante que nós continuemos o diálogo.” Apesar da folga dos assuntos como suicídio e assédio sexual, a segunda temporada continuou a mesma linha histórica – ainda bem que com uma tentativa de suicídio menos gráfica, mas o oposto pode ser dito do estupro do episódio final, que alguns espectadores estão intitulando de “horripilante.”

“Quando nós fizemos a primeira temporada de ’13 Reasons Why’ eu entendi completamente o tipo de série que nós estávamos fazendo e que diferenças de opiniões não eram só esperadas, mas eram essenciais,” disse Katherine, antes da estreia da segunda temporada. “Essencialmente, a série é um meio de entretenimento e a forma que pode ajudar é promovendo discussões (sobre esses assuntos difíceis).”

Na semana passada, Katherine revelou que ela não irá voltar para uma terceira temporada, postando um sincero adeus para sua personagem no Instagram. “Obrigada por completar minha vida com amor e luz,” ela escreveu para seus 10.1 milhões de seguidores – desconcertante quantidade a mais do que ela tinha um pouco mais de um ano atrás quando suas redes sociais eram privadas. Com a ajuda da produtora de ’13 Reasons Why’, Selena Gomez, que Katherine agora chama de amiga, Langford entendeu o potencial que a plataforma tinha para ajudar pessoas – Selena frequentemente escreve para seus 137m seguidores sobre controle de armas e conscientização de sua condição médica, Lupus.

“Há muita ênfase nas redes sociais, especialmente quando você está começando como atriz. Há a ideia de que você pode ser chamada para algo porque você tem muitos seguidores,” ela explica, disse que ela nunca quis ser valorizada por um número no Instagram. “Foi a série que me fez deixar o perfil público, porque eu reconheço que ela estava afetando e impactando em muitas pessoas. Eu queria estar lá e ser uma presença online para que as pessoas se sentissem conectadas com a Hannah. Eu tento usar a plataforma para o bem e me certificar de que eu estou ali como uma presença positiva para as pessoas.”

A paixão na voz de Katherine é inegável, seja quando ela está falando de atuar, seus fãs, ou seu envolvimento no movimento ‘Time’s Up’. “O Globo de Ouro foi uma noite muito surreal”, ela reflete, se referindo a não apenas sua primeira cerimônia ou primeira nomeação, mas também ao movimento da Time’s Up e as atrizes vestindo preto em apoio. “Na noite anterior, várias mulheres que estavam envolvidas se reuniram,”ela disse. “Eu entrei em uma sala e tinham 25 das mais celebradas e talentosas mulheres de Hollywood falando sobre como elas poderiam usar suas vozes e fazer diferenças que iriam beneficiar atrizes mais jovens como eu.” Katherine disse antes de rir sobre “cair no choro” na frente da Brie Larson e Reese Witherspoon. “Sentindo o poder naquela sala e a mudança que está se aproximando realmente me trouxe muitas emoções,” ela continua, ansiosa para explicar suas lágrimas.

Mesmo a atriz de 22 anos chamando Los Angeles de casa, ela disse que nunca se cansa de voltar para a Austrália e ama a normalidade de ver os amigos com quem cresceu. “Há tipo a impressão de que as pessoas estão orgulhosas de você e estão te apoiando, mas isso não é grande coisa. Isso faz você se sentir muito mais relaxada como pessoa,” ela disse, acrescentando que ela pode sair para almoçar com amigos “sem óculos e sem chapéu”, algo que ela nem sonha em fazer nos EUA. “Há um testamento, em geral, em ir para a Austrália,” ela diz.



No dia 24 de maio do presente ano, Katherine, juntamente com Ross Butler, Christian Navarro, Alisha Boe e Devin Druid, compareceram ao programa matinal ‘Good Morning America’ para promover a 2ª temporada de ’13 Reasons Why’, já disponível na Netflix. Além da nova temporada da série, o elenco falou da relação que possuem entre si, dentre outros assuntos. Confira a seguir:



Fonte: The Hollywood Reporter

A atriz conversou com o THR sobre o que ela espera que os espectadores aprendam da segunda temporada do drama da Netflix e o que está por vir.

(Esta história contém spoilers do final da segunda temporada de ’13 Reasons Why’.)

Até a estrela de ’13 Reasons Why’, Katherine Langford, sabe que a história que a Netflix contou na primeira temporada, dos colegas de classe da adolescente Hannah Baker descobrindo as fitas que ela deixou para trás explicando o motivo dela ter se matado, tinha um final próximo. Mas enquanto a primeira temporada do drama da Netflix foi para explicar o porque dela ter se matado, a segunda temporada foca em seus amigos e família e suas dificuldades antes e depois da morte dela.

“Na primeira temporada, nós realmente contamos a história de Hannah em sua integridade,” ela conta ao The Hollywood Reporter. “Voltar para a segunda temporada foi importante… para a continuar a história para os outros personagens que eram importantes na primeira temporada.”

A segunda temporada, que já está disponível na Netflix, mostra uma Hannah em novas cenas de flashbacks, mas também como uma figura que aparece e interage com o Clay. Mas Langford disse que isto é uma versão diferente de seu personagem do que a que vimos na primeira temporada.

“Ela é vista apenas através ou filtrada através das lentes dos olhos de outras pessoas nesta temporada,” ela disse sobre o tema desafiador. “Eu acho que o personagem de Hannah e, particularmente seu papel nesta temporada, foi algo que foi desenvolvido no curso das gravações. Levou um pouquinho de tempo para entender qual era o papel dela e o por quê dela estar ali. Mas eu acho que nós percebemos isto no final de seu relacionamento com o Clau, que é tão especial, e é algo que o público realmente se conectou. A presença de Hannah é essencial para a recuperação de Clay, o que é grande parte do objetivo desta temporada – é a história do Clay e vê-lo como um protagonista também, juntamente com todos os outros personagens.”

Abaixo, Langford fala sobre a forma que sua personagem foi integrada à segunda temporada e se ela pode possivelmente aparecer em uma potencial terceira, o que ela aprendeu de suas experiências na série e o que ela espera que as pessoas aprendam de Hannah.

Nas visões do Clay, Hannah está realmente tentando contar sua história ou é apenas o que ele acha que ela quer?
O que me foi dito durante as filmagens foi que queríamos deixar isso em aberto para as pessoas interpretarem a Hannah e o que aquilo aparentava. Mas eu acho que o que nós começamos a sentir é que a presença dela é mais – é o Clay e é para o Clay, e é meio que a visão do Clay dela. É a interpretação dele sobre ela. Exatamente como qualquer outra vez que você vê Hannah nesta temporada, é sempre pelos olhos de alguém.

Muito da segunda temporada foca na justaposição de como Hannah lidou com seu estupro e como Jéssica está lidando com o dela. Especialmente agora que muitas vítimas estão contando suas histórias, graças ao movimento #MeToo, o que você quer que as pessoas aprendam das histórias de Hannah e Jéssica?
Uma das coisas que nós mais falamos sobre esta temporada particularmente foi a violência sexual. Nós vemos Jessica passando por sua recuperação. Um dos importantes motivos de nós voltarmos e uma das histórias mais importante que nós contamos nesta temporada, foi a recuperação de Jessica. Hannah e Jessica foram vítimas de violência sexual. Para a Hannah, naquele ponto de sua vida, não foi algo que ela conseguiu conviver com, e por isso eu acho que foi incrivelmente importante voltar e vermos alguém se recuperar disto. No fim das contas, isso é uma série de TV e nós sempre fomos muito francos sobre ser uma série de TV e um pedaço de entretenimento, mas eu acho que todo mundo também sabe que, obviamente, nós estamos falando de problemas muitos sérios e há uma responsabilidade que vem com isto. Eu apenas espero que… a segunda temporada possa instigar discussão, aprendizado e que ajude mais pessoas.

O que você acha do fato de na conclusão do julgamento, a escola sai impune e Jessica denuncia o Bryce para ele receber apenas três meses de liberdade condicional? Na vida real, pessoas como o Harvey Weinstein também não está enfrentando qualquer consequência legal por suas supostas ações.
Nós não recebemos o roteiro inteiro logo de cara, então nós recebemos um por um. E eu me lembro de que quando eu o li, definitivamente, foi aquele sentimento de frustração como espectadora, mas também como uma pessoa e uma criadora, eu acho que foi uma decisão consciente dos escritores e da equipe de criação.

Houve muito feedback da primeira temporada da série que alega que glorifica o sucídio. Como você lidou com isto? E como você acha que as pessoas irão responder à segunda temporada?
Como muitas pessoas sabem, a primeira temporada e interpretar Hannah Baker foi o primeiro trabalho que eu tive. Então para mim, a primeira temporada eu foquei muito no trabalho, que eu sou incrivelmente grata. Tudo que veio após isto, foi uma experiência de aprendizado. Há alguns elementos de fazer parte de uma série de tv grande, que eu aprendi que eu não me sinto confortável. Mas uma coisa que eu acredito ser o maior privilégio de fazer isto é conhecer fãs e ouvir das pessoas que se identificaram com a série e conversar com pessoas que se identificam com seu trabalho em geral, seja por ’13 Reasons Why’ ou por ‘Com Amor, Simon’. Mas ao dizer isso, eu também acho infeliz o fato de eu não poder conhecer tantos fãs quanto eu gostaria. Nós fomos direto da primeira temporada, depois direto para a divulgação, depois para ‘Com Amor, Simon’ e depois eu voltei para a segunda temporada. Obviamente, eu estou interessada em ouvir o que os fãs acham desta temporada. Mas mais importante que isso, eu só queria sempre tentar e estar lá, se não for fisicamente, então pelo menos na forma de uma plataforma positiva nas redes sociais.

Agora que o processo que os pais de Hannah iniciaram contra a escola acabou, você acha que a história de Hannah acabou?
Foi uma oportunidade tão incrível poder contar a história dela inteiramente na primeira temporada e eu fiquei muito feliz por ter sido chamada novamente para poder fazer parte da segunda temporada. Eu não sei se eu posso falar da terceira temporada. Eu não sei se vai ter uma terceira temporada. Este pode ter sido o último capítulo de Hannah, mas eu acho que nós temos que esperar para ver oficialmente.

O que você irá fazer agora?
Eu não sei. Eu não quero soar clichê, mas eu me sinto tão grata por fazer parte de ’13 Reasons Why’ e a primeira temporada foi uma coisa que eu pude realmente cravar meus dentes. A segunda temporada foi desafiadora por motivos diferentes. Sabe, eu coloquei muita confiança no Brian Yorkey, nos escritores e nos diretores para desenvolver o personagem da Hannah no curso das gravações. Tem o ‘Com Amor, Simon’ nos cinemas atualmente, trabalho que me orgulha muito e que eu tenho ouvido muitas coisas ótimas sobre. Eu acabei de terminar um filme chamado ‘Spontaneous’. Mas ainda tem muito por vir e muitas coisas que eu to tirando um tempo para trabalhar com nos próximos meses antes de meio que deixar qualquer coisa sair. O que eu quis dizer com a parte clichê foi, tipo, há genuinamente muita coisa que eu quero fazer e que eu estou ansiosa para compartilhar com as pessoas. E eu não posso te dizer quando vai sair, mas estou muito empolgada com isto. Desculpa, eu não quero ser enigmática.

O você quer que as pessoas aprendam das experiências de Hannah nesta série?
Eu acho que não tem uma coisa específica que você pode aprender do show. Na temporada passada, eu acho que muito do que nós abordamos foi que coisas pequenas podem causar um impacto enorme. Mas acima de tudo, eu acho que da série, as pessoas vão aprender coisas diferentes, dependendo de suas experiências pessoais, história própria e, apenas em geral, quem elas são e com o que elas se identificam. Tudo que eu posso dizer é que ter tido a oportunidade de interpretar a Hannah foi um privilégio enorme. E mesmo eu não estando hipoteticamente na terceira temporada, eu vou continuar tentando fazer trabalhos que sejam significativos e coisas que eu possa realmente investir meu coração, assim como eu fiz na primeira temporada.

Bom, a mãe de Hannah encontrou a lista dela dos motivos negativos, então talvez isso possa trazê-la de volta.
Vamos ver! Brian Yorkey é incrível e eu adoro trabalhar com ele, então eu honestamente fico empolgada com tudo que ele faz.



Fonte: BriefTake

Durante uma entrevista em divulgação da 2ª temporada de ’13 Reasons Why’, Derek Luke, que interpreta Mr. Porter, o conselheiro da ‘Liberty High School’, a entrevistadora Leora Heilbronn, do site BriefTake, fez uma pergunta especificamente sobre Katherine:

Uma grande parte das suas cenas são com Katherine Langford, na primeira e na segunda temporada. Qual foi a sua experiência trabalhando com ela?
Ah, eu adoro muito a Katherine. Ela e a Alisha (Boe) me lembram das minhas sobrinhas. O que eu amo nelas é vê-las expressarem a si mesmas por meio de seus personagens. Katherine é simplesmente uma princesa para mim. Toda vez que eu a vejo e as camadas que ela traz para sua personagem, eu fico em bobo com ela e aplaudindo. Eu acho que é um elenco lindo, em geral, tanto por dentro quanto por fora, e eu aplaudo todos pelo esforço que eles investem.



A MTV entrevistou o Katherine Langford e Dylan Minnette conjuntamente, bem como Alisha Boe e Brian Yorkey separadamente, para falar sobre a primeira e a segunda temporada de ’13 Reasons Why’. Katherine falou sobre como foi filmar a cena do suicídio na primeira temporada, sobre a interação com o elenco e equipe da série, dentre outros assuntos. Confira a seguir:



Divulgação pesada que fala né?! A Netflix divulgou novos stills da 2ª temporada de ’13 Reasons Why’, bem como fotos do elenco nos bastidores e os títulos dos episódios da temporada. Aparentemente serão 13 episódios e os títulos foram divulgados acompanhados de frases ditas pelos próprios personagens, confira tudo a seguir:

STILL

BASTIDORES

Os títulos dos 13 episódios da 2ª temporada de ’13 Reasons Why’:

1) A Primeira Polaroide | (“A verdade é que todos ainda estão magoados. Alguns mais do que os outros.”) – Vídeo.
2) Duas Garotas se Beijando | (“Quando você é o alvo, você faz tudo que pode para se proteger.”) – Vídeo.
3) A Vadia Bêbada | (“Sobrevivente? Apenas eu.”) – Vídeo.
4) A  Segunda Polaroide | (“Eu só quero que mais ninguém se magoe.”) – Vídeo.
5) A Máquina de Giz | (“Nada que valha algo se conquista sem dor.”) – Vídeo.
6) O Sorriso no Fim do Cais | (“Eu vou ter vergonha pelo resto da minha vida.”) – Vídeo.
7) A Terceira Polaroide | (“Eles não sabem a história toda.”) – Vídeo.
8) A Garotinha | (“Não ouse fazer eu sentir que fui eu quem falhei com a minha filha.”) – Vídeo.
9) A Página que Falta | (“Nem todas as crianças te contam toda a verdade.”) – Vídeo.
10) Sorriam, Vadias! | (“Mesmo quando você tenta fazer a coisa certa pode se meter em problemas.”) – Vídeo.
11) Bryce + Chloe | (“Eu gosto de você mas… Como amiga.”) – Vídeo.
12) A Caixa de Polaroides | (“Eu não tenho mais nada a perder.”) – Vídeo.
13) Tchau | (“E eu a pergunto todo dia o porquê de ela ter feito o que fez.”) – Vídeo.

Por fim, também foi divulgado um novo clipe exclusivo da 2ª temporada de ’13 Reasons Why’ em que Hannah e Clay aparecem:



Fonte: PopSugar

O diretor de elenco de ’13 Reasons Why’ conseguiu encontrar o grupo perfeito de jovens atores para estrelar no elenco, o que não é uma tarefa fácil. As estrelas (literalmente) fizeram fila para interpretar Hannah, Jeff, e alguns outros na série da Netflix… Mas as coisas seriam completamente diferentes. Acontece que vários dos atores principais, inicialmente tinham a intenção de interpretar personagens diferentes do que os paopeis que eventualmente receberam. É estranho imaginar Katherine Langford como outra personagem a não ser Hannah Baker, ou Brandon Larracuente como o Justin, mas em universo alternativo, veja o que poderia ter acontecido:

Katherine Langford fez o teste para Jessica
Katherine teve sorte o suficiente para estrelar como Hannah, a protagonista de ’13 Reasons Why’, mas ela, inicialmente, fez testes tanto para Hannah e Jessica. O segundo papel foi para a Alisha Boe.

Brandon Larracuente fez o teste para Justin
Enquanto Jeff Atkins merecia ter um final diferente, ele não poderia ser interpretado melhor por qualquer outro ator. Por isto é tão louco saber que Larracuente na verdade fez o teste para Justin Foley, o papel que ficou com Brandon Flynn.

Anne Winters fez o teste para Hannah
Anne, que se juntou ao elenco como Chloe na segunda temporada, na verdade fez o teste para Hannah, inicialmente. Ela disse ao POPSUGAR que ela chegou às callbacks, mas, no fim, acabou perdendo para Katherine. Mas certamente não há ressentimentos. “Obviamente, tudo acontece por um motivo e eu amo a Katherine,” ela disse. “Eu acho ela muito fofa e ela fez o papel perfeitamente.”

Devin Druid fez o teste para Clay
Enquanto isso, Druid fez vários testes para o papel de Clay antes de ser chamado para interpretar Tyler.

Selena Gomez deveria ser a Hannah
Selena foi a produtora executiva da série, mas era uma vez, ela foi escolhida para estrelar na versão do livro para as telonas (filme). Em 2011, a Universal Pictures adquiriu os direitos de adaptar o romance, com Selena como Hannah. Àquela época, Selena ainda fazia parte do elenco de ‘Os Feiticeiros de Waverly Place’. Eventualmente, Gomez otpou por ficar por trás das câmeras e a adaptação tomou uma nova forma na Netflix.



Layout criado e desenvolvido por Lannie.D - Hosted by flaunt
Alguns direitos reservados