Acompanhe-nos
02.07
2018
Katherine Langford na edição de junho da revista Grazia França

Ela usa um vestido floral da Isabel Manant, botas com saltos, o cabelo castanho até o meio das costas. Ela se parece com uma jovem Liv Tyler: lábios grossos, olhos cor de mar e um sorriso ingênuo. Aqui está Katherine Langford, 22 anos, novata, espontânea e amada em Hollywood, mas não faz muito tempo. No dia anterior, a atriz australiana foi nomeada ao Globo de Ouro na categoria ‘Melhor Atriz’ por seu primeiro papel, o de Hannah Baker, a adolescente suicida e narradora da série ’13 Reasons Why’, ao lado de veteranas como Claire Foy e Elisabeth Moss. Ela não ganhou, mas afirmou que: “Há um ano, eu tinha acabado de filmar a primeira temporada e estava em casa, e foi a Claire Foy quem ganhou. Ser nomeada neste ano, na mesma categoria que ela, parecia surreal. Eu me sinto privilegiada por ter começado no ramo com um papel tão substancial e tão bem recebido pelas mulheres desta indústria.”. Alguns dias antes, ela foi convidada para uma reunião dos fundadores do movimento Time’s Up, Reese Witherspoon, Laura Dern e Lena Dunham. Ela conta com 11 milhões de seguidores no Instagram e milhares de fãs de ’13 Reasons Why’ pelo mundo, a série mais twittada de 2017. A mais controversa também, acusada de glamorizar o suicídio.

“Não imaginávamos a extensão de seu sucesso e sabíamos que falar sobre essas questões provocaria diversas reações. Esta série desperta uma discussão necessária. Eu só incentivo as pessoas a assistirem se elas se sentirem fortes o suficiente”, ela diz enquanto promove seu primeiro filme, ‘Com Amor, Simon’, atualmente. A adaptação bem sucedida do livro bestseller de Becky Albertalli, produzida pelo estúdio e autores da série ‘This Is Us’, que conta a história de um adolescente saindo do armário. Outro projeto com uma mensagem social. Outro filme que se passa no ensino médio. Uma escolha consciente?

“Na verdade não, mas uma das satisfações de ser atriz é poder participar de trabalhos que podem influenciar as pessoas”, continua ela. Em ‘Com Amor, Simon’, ela interpreta Leah, a melhor amiga e secretamente apaixonada, por Simon (Nick Robinson), que tem que administrar seus sentimentos quando descobre a homossexualidade de seu amigo. “O cenário me desafiou e me trouxe de volta emoções que eu poderia ter experienciado (…) ‘Com Amor, Simon’ é, acima de tudo, uma história de amor entre dois garotos. Nunca foi produzida uma história dessas fora do cinema independente.”

Nascida de pais médicos em Perth, Austrália Ocidental, Katherine Langford, que pratica natação, canto clássico e piano, é apaixonada por história e ficção científica. Foi em um show da Lady Gaga, seu ídolo, que ela decidiu se tornar uma artista. Ela começou a fazer aulas de teatro aos 18 anos e conseguiu o papel principal de ’13 Reasons Why’, enquanto Selena Gomez, que produziu a série, ficou impressionada com o teste de Katherine. Na tela, a atriz tem um poder e uma vulnerabilidade que garantem sucesso instantâneo. Katherine Langford se tornou a voz de uma geração que não tem mais medo de se expressar. No filme de fantasia ‘Spontaneous’, que está em pós produção, ela novamente interpreta uma estudante do ensino médio: “São histórias que dialogam comigo e se dirigem a todos! Eu tenho outros projetos em mente, mas isso será diferente”. Bela coincidência, o filme de Lady Gaga, que será lançado em outubro é chamado ‘A Star Is Born’ (Nasce Uma Estrela) e não há dúvidas sobre isto.

Confira os scans da revista a seguir:

Deixe seu comentário



Procure por notícias, fotos e vídeos :)
Design e codificação: Gustavo Portela - Todos os direitos reservados Katherine Langford Brasil - Hosted: Fan Village

eXTReMe Tracker