Acompanhe-nos
26.05
2018
“Pode ter sido o último capítulo de Hannah.” – Katherine Langford disse ao THR

Fonte: The Hollywood Reporter

A atriz conversou com o THR sobre o que ela espera que os espectadores aprendam da segunda temporada do drama da Netflix e o que está por vir.

(Esta história contém spoilers do final da segunda temporada de ’13 Reasons Why’.)

Até a estrela de ’13 Reasons Why’, Katherine Langford, sabe que a história que a Netflix contou na primeira temporada, dos colegas de classe da adolescente Hannah Baker descobrindo as fitas que ela deixou para trás explicando o motivo dela ter se matado, tinha um final próximo. Mas enquanto a primeira temporada do drama da Netflix foi para explicar o porque dela ter se matado, a segunda temporada foca em seus amigos e família e suas dificuldades antes e depois da morte dela.

“Na primeira temporada, nós realmente contamos a história de Hannah em sua integridade,” ela conta ao The Hollywood Reporter. “Voltar para a segunda temporada foi importante… para a continuar a história para os outros personagens que eram importantes na primeira temporada.”

A segunda temporada, que já está disponível na Netflix, mostra uma Hannah em novas cenas de flashbacks, mas também como uma figura que aparece e interage com o Clay. Mas Langford disse que isto é uma versão diferente de seu personagem do que a que vimos na primeira temporada.

“Ela é vista apenas através ou filtrada através das lentes dos olhos de outras pessoas nesta temporada,” ela disse sobre o tema desafiador. “Eu acho que o personagem de Hannah e, particularmente seu papel nesta temporada, foi algo que foi desenvolvido no curso das gravações. Levou um pouquinho de tempo para entender qual era o papel dela e o por quê dela estar ali. Mas eu acho que nós percebemos isto no final de seu relacionamento com o Clau, que é tão especial, e é algo que o público realmente se conectou. A presença de Hannah é essencial para a recuperação de Clay, o que é grande parte do objetivo desta temporada – é a história do Clay e vê-lo como um protagonista também, juntamente com todos os outros personagens.”

Abaixo, Langford fala sobre a forma que sua personagem foi integrada à segunda temporada e se ela pode possivelmente aparecer em uma potencial terceira, o que ela aprendeu de suas experiências na série e o que ela espera que as pessoas aprendam de Hannah.

Nas visões do Clay, Hannah está realmente tentando contar sua história ou é apenas o que ele acha que ela quer?
O que me foi dito durante as filmagens foi que queríamos deixar isso em aberto para as pessoas interpretarem a Hannah e o que aquilo aparentava. Mas eu acho que o que nós começamos a sentir é que a presença dela é mais – é o Clay e é para o Clay, e é meio que a visão do Clay dela. É a interpretação dele sobre ela. Exatamente como qualquer outra vez que você vê Hannah nesta temporada, é sempre pelos olhos de alguém.

Muito da segunda temporada foca na justaposição de como Hannah lidou com seu estupro e como Jéssica está lidando com o dela. Especialmente agora que muitas vítimas estão contando suas histórias, graças ao movimento #MeToo, o que você quer que as pessoas aprendam das histórias de Hannah e Jéssica?
Uma das coisas que nós mais falamos sobre esta temporada particularmente foi a violência sexual. Nós vemos Jessica passando por sua recuperação. Um dos importantes motivos de nós voltarmos e uma das histórias mais importante que nós contamos nesta temporada, foi a recuperação de Jessica. Hannah e Jessica foram vítimas de violência sexual. Para a Hannah, naquele ponto de sua vida, não foi algo que ela conseguiu conviver com, e por isso eu acho que foi incrivelmente importante voltar e vermos alguém se recuperar disto. No fim das contas, isso é uma série de TV e nós sempre fomos muito francos sobre ser uma série de TV e um pedaço de entretenimento, mas eu acho que todo mundo também sabe que, obviamente, nós estamos falando de problemas muitos sérios e há uma responsabilidade que vem com isto. Eu apenas espero que… a segunda temporada possa instigar discussão, aprendizado e que ajude mais pessoas.

O que você acha do fato de na conclusão do julgamento, a escola sai impune e Jessica denuncia o Bryce para ele receber apenas três meses de liberdade condicional? Na vida real, pessoas como o Harvey Weinstein também não está enfrentando qualquer consequência legal por suas supostas ações.
Nós não recebemos o roteiro inteiro logo de cara, então nós recebemos um por um. E eu me lembro de que quando eu o li, definitivamente, foi aquele sentimento de frustração como espectadora, mas também como uma pessoa e uma criadora, eu acho que foi uma decisão consciente dos escritores e da equipe de criação.

Houve muito feedback da primeira temporada da série que alega que glorifica o sucídio. Como você lidou com isto? E como você acha que as pessoas irão responder à segunda temporada?
Como muitas pessoas sabem, a primeira temporada e interpretar Hannah Baker foi o primeiro trabalho que eu tive. Então para mim, a primeira temporada eu foquei muito no trabalho, que eu sou incrivelmente grata. Tudo que veio após isto, foi uma experiência de aprendizado. Há alguns elementos de fazer parte de uma série de tv grande, que eu aprendi que eu não me sinto confortável. Mas uma coisa que eu acredito ser o maior privilégio de fazer isto é conhecer fãs e ouvir das pessoas que se identificaram com a série e conversar com pessoas que se identificam com seu trabalho em geral, seja por ’13 Reasons Why’ ou por ‘Com Amor, Simon’. Mas ao dizer isso, eu também acho infeliz o fato de eu não poder conhecer tantos fãs quanto eu gostaria. Nós fomos direto da primeira temporada, depois direto para a divulgação, depois para ‘Com Amor, Simon’ e depois eu voltei para a segunda temporada. Obviamente, eu estou interessada em ouvir o que os fãs acham desta temporada. Mas mais importante que isso, eu só queria sempre tentar e estar lá, se não for fisicamente, então pelo menos na forma de uma plataforma positiva nas redes sociais.

Agora que o processo que os pais de Hannah iniciaram contra a escola acabou, você acha que a história de Hannah acabou?
Foi uma oportunidade tão incrível poder contar a história dela inteiramente na primeira temporada e eu fiquei muito feliz por ter sido chamada novamente para poder fazer parte da segunda temporada. Eu não sei se eu posso falar da terceira temporada. Eu não sei se vai ter uma terceira temporada. Este pode ter sido o último capítulo de Hannah, mas eu acho que nós temos que esperar para ver oficialmente.

O que você irá fazer agora?
Eu não sei. Eu não quero soar clichê, mas eu me sinto tão grata por fazer parte de ’13 Reasons Why’ e a primeira temporada foi uma coisa que eu pude realmente cravar meus dentes. A segunda temporada foi desafiadora por motivos diferentes. Sabe, eu coloquei muita confiança no Brian Yorkey, nos escritores e nos diretores para desenvolver o personagem da Hannah no curso das gravações. Tem o ‘Com Amor, Simon’ nos cinemas atualmente, trabalho que me orgulha muito e que eu tenho ouvido muitas coisas ótimas sobre. Eu acabei de terminar um filme chamado ‘Spontaneous’. Mas ainda tem muito por vir e muitas coisas que eu to tirando um tempo para trabalhar com nos próximos meses antes de meio que deixar qualquer coisa sair. O que eu quis dizer com a parte clichê foi, tipo, há genuinamente muita coisa que eu quero fazer e que eu estou ansiosa para compartilhar com as pessoas. E eu não posso te dizer quando vai sair, mas estou muito empolgada com isto. Desculpa, eu não quero ser enigmática.

O você quer que as pessoas aprendam das experiências de Hannah nesta série?
Eu acho que não tem uma coisa específica que você pode aprender do show. Na temporada passada, eu acho que muito do que nós abordamos foi que coisas pequenas podem causar um impacto enorme. Mas acima de tudo, eu acho que da série, as pessoas vão aprender coisas diferentes, dependendo de suas experiências pessoais, história própria e, apenas em geral, quem elas são e com o que elas se identificam. Tudo que eu posso dizer é que ter tido a oportunidade de interpretar a Hannah foi um privilégio enorme. E mesmo eu não estando hipoteticamente na terceira temporada, eu vou continuar tentando fazer trabalhos que sejam significativos e coisas que eu possa realmente investir meu coração, assim como eu fiz na primeira temporada.

Bom, a mãe de Hannah encontrou a lista dela dos motivos negativos, então talvez isso possa trazê-la de volta.
Vamos ver! Brian Yorkey é incrível e eu adoro trabalhar com ele, então eu honestamente fico empolgada com tudo que ele faz.

Deixe seu comentário



Procure por notícias, fotos e vídeos :)
Design e codificação: Gustavo Portela - Todos os direitos reservados Katherine Langford Brasil - Hosted: Fan Village

eXTReMe Tracker